Lucro-do-FGTS

Quanto vou receber e quanto será a minha parte no lucro do FGTS

Empregado vai possuir deposito em sua conta em 31 de dezembro de 2019 receberão, em média, R$ 45, relativo à partilha de parte dos lucros  do FGTS do fundo no ano anterior.

Conforme disse a Caixa, mais de 150 milhões de contas, ativas e inativas, que receberão crédito da classificação de resultados.

Quanto você irá receber?

As pessoas que tem direito poderão observar a consideração do crédito a partir de 31 de agosto no APP FGTS, site da caixa ou internet Banking Caixa.

Como fica para quem sacou o seu FGTS?

Embora seja amortizado em agosto de 2020, o lucro é relativo a 2019. Os depósitos serão feitos nas contas em 31 de dezembro de 2019. Quem sacou após disso (por haver sido demitido ou para aquisição do seu lar própria, por modelo), nunca perde o rendimento.

Já quem fez saque anteriormente da virada do ano vai recolher só proporcionalmente a quantia que tinha na operação no derradeiro do dia do ano passado.

Como posso sacar meu lucro no FGTS

O lucro extraordinário será depositado nas próprias contas do FGTS dos trabalhadores. A forma de saque e os pré-requisitos para retirar da quantia não se alteram com o atual depósito por porção do fundo.

As regras são as mesmas: em que exclusivamente trabalhadores demitidos sem justo acontecimento, que terminaram acordo por intervalo decidido, ou deem entrada em casa própria, ou na aposentadoria têm ingresso ao saldo do lucro do fgts.

Em 2020, pelo motivo do coronavírus, o governo autorizou o saque excepcional do FGTS, na consideração de até R$ 1.045. Começou a valer igualmente uma nova característica: o saque-aniversário, que permite saques anuais – e tira a eventualidade de saque total em acontecimento de cancelamento.

Quem poderá sacar o lucro do FGTS?

A estima passa a conciliar o efeito das contas do FGTS, que poderá ser sacadas nas situações previstas na Lei 8.036/90, conforme nos casos de desistência ausência de justa causa, saque aniversário, aposentadoria e outros. Confira todas as situações previstas aqui neste link.

Bolsonaro vetou distribuição do lucro.

Em 2019, o rendimento total do fundo totalizou R$ 11,3 bilhões, mas a comissão decidiu dispor aos trabalhadores exclusivamente uma fração dele. No ano anterior, o governo distribuiu 100% do ganho de 2018. Por recursos de uma Medida Provisória, o presidente Jair Bolsonaro autorizou que a importância fosse completamente distribuído aos cotistas do fundo.

Posto que criou novas modalidades de saque para o FGTS, o governo chegou a incorporar na (MP) que 100% do rendimento do FGTS passaria a estar sendo distribuído. Mas depois a confirmação da proposta através do Congresso, Bolsonaro vetou essa parcela do teor. Com certo, o conselho curador do fundo manteve a dever de decidir a importância a suceder e ser distribuído anualmente. Conforme o despach.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

FGTS

X