Os cursos profissionalizantes estão em constante evolução, com novos temas e formatos

Published by
Luiz Alberto Silva

São Paulo – Diante das notícias desfavoráveis ​​da pandemia do ensino superior, uma área cresceu: a área de especialização. Aumento dos cursos a distância para incentivá-los, mas com o presencial, conquistaram um novo público.

De 2019 ao segundo trimestre de 2020, sua taxa de crescimento foi de 9,5%, passando de 1,2 milhão para 13 milhões de alunos, segundo apoiadores do ensino superior em nome dao entidade Semesp análise dos dados da PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), comparando com anos anteriores, a evolução dos anos anteriores, é nítido contraste.

A pesquisa da organização mostra que, no segundo semestre de 2020, a taxa de matrícula nos cursos de graduação presencial caiu 20%, enquanto a taxa de matrícula na EAD caiu 9% (em relação ao ano anterior) (o mesmo período em 2019), estimada para o índice de perda de matrículas será nos programas de pós-graduação lato sensu, já que as áreas de atuação no meio acadêmico são bem conhecidas, a realidade é outra. O diretor executivo da Semesp, Rodrigo Capelato (Rodrigo Capelato), disse que esse crescimento é impulsionado por um novo modelo de educação a distância que surgiu na pandemia.

Ao contrário do ensino à distância tradicional (EAD), o novo design inclui aulas em tempo real, que são interativas em sala de aula, não apenas o que os alunos aprendem em casa.

“os alunos de pós-graduação querem construir uma rede, conhecer outros colegas e construir relacionamentos com os professores do mercado, disse ele:” Esse não é o formato assíncrono (registrando programas e atividades dos alunos que podem ser realizada a qualquer momento) recurso. ”

Ele destacou que outros fatores benéficos ao segmento de mercado são a comodidade de estudar em casa e a própria crise econômica, que inspira profissionais que buscam posições qualificadas e novas no mercado. Na região, a FGV (Fundação Getúlio Vargas) teve um aumento de 155% nas matrículas no MBA online entre 2019 e 2020, e um aumento de 97% nas matrículas em outros cursos.

Caique Pereira de Almeida tinha 26 anos e ingressou no MBA em logística e supply chain (supply chain) no segundo semestre do ano passado. Ele é morador da Barra da Tijuca e trabalha no Centro do Rio e Itaguaí, o que significa caminhar pela cidade por mais de uma hora. Ele disse: “É possível adaptar o curso aos meus hábitos diários.”

Além desse formato, a pandemia também atualizou o escopo dos cursos de pós-graduação para atrair candidatos que buscam se especializar em áreas que ganham vantagens no “novo normal”. Por exemplo, durante a pandemia, impulsionada pelas necessidades dos alunos, abriu cursos de vendas online e varejo para novas realidades.

Do primeiro ao segundo semestre, a matrícula na escola profissional aumentou mais de 50%. Tatsuo Iwata, diretor do cargo da ESPM, disse que neste ano, ainda um mês antes do término do período de inscrições, houve um aumento de 33%.

“As pessoas começaram a fazer melhor uso das plataformas de tecnologia, ele disse:“ Não pensei que essa possibilidade EAD se tornasse mais aberta. “Uma das alunas, novo tema de interesse é Suelen Gomes, de 38 anos, que fez minicursos de invenção digitalizada. Ela pretende transformar os conhecimentos adquiridos no trabalho da família da distribuição de medicamentos no próprio No trabalho.

Face ao sucesso do público e à falta de perspetivas concomitantemente à pandemia, a agência tem disponibilizado cursos de formação de forma mista para professores presenciais em caso de possível regresso. Nesta foto, parte da aula será colocada fisicamente na sala de aula, e parte da aula será ministrada através da própria casa e gravada.

Discurso. Em alguns lugares, voltaremos mais cedo, enquanto em outros, ainda leva alguma distância. Também haverá alunos que se enquadram na categoria de risco. Precisamos de um modelo que se adapte a todos ”, afirma Mary Murashima, Diretora de Gestão Acadêmica do Instituto de Desenvolvimento Educacional da FGV. O formato tradicional do EAD também continua atraente.

Para ela que mora em St. Louis, a oferta de cursos online é muito importante para ela. Agora posso estudar e me aproximar dela ao mesmo tempo. ”

Luiz Alberto Silva

Técnico, Designer, Personal Stylist, Cerimonialista de eventos e Redator de língua portuguesa

Published by
Luiz Alberto Silva

Nosso site usa cookies.

Lei mais