Categories: Dicas para quem quer ficar informado sobre tudo confira

Como ser um bom empreendedor! Conceitos e caminhos!

A princípio, a primeira impressão ao ouvir o termo empreender, muitas pessoas associam a visão de geração de lucros e negócios de grande porte. Sob o mesmo ponto de vista, ser um bom empreendedor não significa apenas abrir uma empresa, porém, gerenciar uma solução para resolver uma dificuldade de uma clientela ou de uma sociedade.

Nesse sentido, um dos comentários mais presentes nas conversas é sobre a habilidade nata para empreender. Felizmente, não há como provar que se necessita nascer com o talento para essa posição. Por outro lado, a maior dúvida é sobre como desenvolver um comportamento mental para empreender.

De fato, não há um manual perfeito para o empreendimento, nem uma biblioteca exta com foco ao empreendedor. Pelo simples fato de que, nem todos tem a mesma absorção de conceitos, sendo que, o que pode ser excelente para uns, não será para outros.

Resumindo, o mais importante início está em deixar a mente aberta para as opções e possibilidades e, sobretudo, ter a noção de que um empreendimento não se acaba, mas, progride constantemente. Assim, o empreendedorismo, por definição clássica, é a competência de criar um negócio e, a partir do zero, gerenciar esse negócio (empresa) de maneira que possa gerar um lucro positivo.

Do mesmo modo, podemos acrescentar que, em vez do lucro, possamos não somente obter lucros, mas, também colocar que o objetivo do empreendedor seja gerar um impacto positivo, o qual pode ou não resultar em lucro. Nesse sentido, há o exemplo de uma instituição sem fins lucrativos, que não deixa de ser um empreendimento. Outra situação para ser um bom empreendedor, se manifesta numa organização já existente.

 

Sobre o empreendedorismo na sociedade

À primeira vista, um empreendimento acontece, por exemplo, no momento que uma empresa cria uma solução para diminuir os desperdícios na sua produção. Dessa forma, se percebe a melhoria na relação custo-benefício dos produtos ou serviço. Como resultado, a atitude de empreender teve uma eficiência que possibilitou a economia de tempo e valores.

Ser um bom empreendedor, faz com que a economia tenha um bom ciclo e se destaca como uma outra forma de atividade, que desafia o aumento de desemprego e a ausência de oportunidades.

De fato, o ano anterior foi marcado pelas consequências da pandemia, afetando muito a economia do país. O desemprego e a diminuição de oportunidades afetaram muito o mercado nacional. Em contrapartida, as dificuldades provocaram reações benéficas quanto ao empreendedorismo. Segundo os órgãos que controlam os dados sobre o assunto, o ano de 2020 teve um aumento significativo na abertura de MEIs (Microempresário individual). Isso demonstra que, ser um bom empreendedor é uma excelente opção, inclusive, uma nova possibilidade de trabalho em ocasiões difíceis.

Segundo alguns especialistas, o financiamento de um novo negócio é melhor e mais lucrativo quando se tem uma economia estável. No entanto, é preciso estabelecer o conceito de que, empreender com o crescimento econômico é uma condição necessária para o sucesso.

Assim, a expansão da economia proporciona novas possibilidades para ser um bom empreendedor, que pode investir sempre, ofertando trabalho e obtendo lucros. Nesse sentido, o empreendedorismo inicia a partir da ideia de um produto ou serviço que seja uma solução a problemas e necessidades, através de oportunidades.

Dessa forma, como primeiro passo, é preciso ter inteligência e percepção para descobrir essas oportunidades, sobretudo, pensar com a razão e analisar fatos e informações para fundamentar um empreendimento.

Competências para ser um bom empreendedor

A princípio, toda pessoa sabe que é possível empreender, pelo simples fato de oferecer um serviço, desenvolver um produto ou prestando consultoria. Acima de tudo, também se empreende um negócio, agregando pessoas e empresas numa economia colaborativa, até mesmo, fazendo investimentos.

Antes de mais nada, não importa o caminho para ser um bom empreendedor. Basta seguir algumas dicas para uma autoavaliação dos seus pontos fortes e trabalhar nas suas dificuldades. Com efeito, um novo empreendedor precisa se conhecer primeiro, para definir o próprio propósito e estabelecer objetivos.

Antes de tudo, precisa saber sobre o que se quer oferecer e entender como irá fazer para iniciar esse empreendimento. Estabelecer a estrutura que dará sustentação ao empreendimento. Sobretudo, ter conhecimento de possíveis formalidades legais obrigatórias, que existem para dar início ao seu empreendimento.

No entanto, a base de tudo tem a ver com a dedicação. Nesse caso, existem os empreendedores que deixam um emprego para começar um novo negócio e aqueles que querem empreender nas horas vagas. Nesse sentido, é preciso ter muita organização para montar e seguir um planejamento, sobretudo, saber gerenciar o tempo, com uma rotina bem definida. Antes de tudo, é fundamental ter cumprimento de prazos e antecipação da solução de problemas.

Dentre as habilidades de ser um bom empreendedor está a resiliência, que exige superar os desafios e aprender a resolver dificuldades com superação. Da mesma forma, precisa ter espírito de liderança, procurando motivar empregados, delegando funções com responsabilidade. Porém, inspirar pessoas e aceitar ideias, é uma prática indispensável. Do mesmo modo, ser um bom empreendedor significa fácil adaptação a várias situações. Assim, deve estar aberto a mudar de ideia quando necessário, aceitando, inclusive, as contradições com diplomacia.

 

Sobre a qualificação de um empreendedor

Primeiramente, na escolha de ser um bom empreendedor, conhecer sobre os desafios e dificuldades dessa profissão. Embora, haja uma opinião de que a prática é um fundamento básico, pelo contrário, um aprendizado oferece informações noções e conceitos valiosos. Antes de tudo, uma qualificação de empreendedor pode conceder um aprendizado excelente, para evitar possíveis dificuldades a um processo com prejuízos.

Pra empreender, é muito melhor se puder realizar uma graduação e até mesmo, uma pós-graduação. Acima de tudo, a qualificação é fundamental a um bom empreendedor, por isso, pode-se fazer um bacharelado em administração, obviamente, em uma instituição idônea. No caso de já possuir um curso dessa área, sugere-se sempre, uma especialização na área de Gestão e Negócios.

Atualmente, existem excelentes pós-graduações em Inovação e Empreendedorismo focadas na qualificação de empreendedores no país. Do mesmo modo, há também a oferta de opções dos cursos de extensão, que não possuem duração longa como uma graduação. Possuem conteúdo adequado e eficiente, inclusive, com capacitação no sistema EAD.

Outra alternativa para quem já possui algum aprendizado de qualificação como empreendedor, são as palestras que acabam sempre trazendo novas técnicas e experiências. A leitura de livros e biografias especializadas de empreendedores, também são de grande auxílio na formação intelectual e visionária de um empreendedor.

Dentro desse panorama de qualificação, é importante destacar alguns passos básicos para ser um bom empreendedor. Primeiramente, avaliar a capacidade de investimento e inclusive, o enfrentamento a possíveis riscos

Assim, é necessário saber identificar o montante de investimento, seja para um negócio de grande porte ou para um modelo de empresa de menor custo.

Por fim, estude bem o mercado para o seu negócio, procurando por uma clientela emergente e com baixa concorrência.

 

Desenvolvendo uma mente empreendedora

Definitivamente, a visão de uma mentalidade inovadora é um diferencial para se libertar o potencial escondido de um ser humano. A maneira de pensar de forma construtiva e inovadora, é a razão que permite um empreendedor, enxergar as dificuldades como oportunidades. Em outras palavras, a dificuldade inspira a vontade de renovar e reconstruir de outras formas, empreendendo e extraindo lucros em circunstâncias extremas.

O maior exemplo de empreendedorismo vem de pessoas famosas e bem sucedidas do mundo dos negócios, que sem nenhuma qualificação formal, tinham apenas a inteligência, motivação e o empenho necessários ao sucesso.

A educação empreendedora está presente em uma pessoa, quando ela possui a visão de como se estabelece um ato de empreendedorismo e, sobretudo, como vai funcionar essa compreensão nas suas decisões. Nesse sentido, é primordial que se estude em bons livros, a forma de pensar e de iniciar um bom empreendimento. A ideia é que se gaste tempo entendendo o empreendedorismo, para ser um bom empreendedor.

Um dos pontos mais importantes para desenvolver uma mente empreendedora, é buscar um tempo consigo mesmo para entender seus propósitos e os motivos que levam ao desempenho de um empreendimento. Pense muito nas razões pelas quais se deseja ser um empreendedor.

Em resumo, para ser um bom empreendedor e que, quer saber sobre os segredos de uma mente empreendedora, precisa se conectar a um ideal. Ou seja, mostrar a si mesmo que uma atividade te encanta a tal ponto, que se faz presente aos olhos de todas as pessoas ao seu redor. E a única forma de se conseguir a conexão com a sua dedicação, para realizar aquele empreendimento.

Dessa forma, as pessoas mais próximas e a comunidade em que se vive, perceberá a sua paixão pelo seu empreendedorismo.

Fonte: forbes.com.br, pinkfire.com.br.

Published by
Anderson Kochanski

Recent Posts

  • Cursos a distância

Cursos online e gratuitos Samsung está com inscrições abertas

A empresa disponibiliza um catálogo de cursos online gratuitos para todo o país. As aulas…

6 horas ago
  • cidades

Brasília oferece mais de 400 opções Curso de Verão de Música

Até o dia 29, centenas de estudantes terão aulas que vão de violão até de…

7 horas ago
  • Cursos Diversos

Abre nesta terça-feira Inscrição para cadastro de professor temporário da REE

Inscrição para cadastro de professor temporário para cursos de Educação Profissional da REE abre nesta…

10 horas ago
  • cidades

7 mil vagas para cursos de formação inicial na Uece no Ceará

Uece oferta 7.525 vagas para cursos de formação inicial e continuada em 2022, o período…

19 horas ago
  • Faculdades

Cursos técnicos e de formação inicial e continuada na Uece

As aulas são presenciais em 43 municípios cearenses. O período de pré-inscrição vai de 3…

22 horas ago
  • Cursos Diversos

Vagas para mais de 70 cursos online gratuitos no SABERJ

Moradores do Rio têm até 30 de janeiro para se inscrever As inscrições para os…

1 dia ago

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação

Leia mais